FANDOM


Chuck Browning é o protagonista do filme Futureworld. Ele é um jornalista convidado a investigar e inspecionar o novo parque de Delos. É interpretado por Peter Fonda.

Antecedentes

Chuck é um repórter de jornal que trabalha para a rede IMC, conhecido por escrever sobre más notícias. Foi ele quem elaborou a reportagem a respeito do surto que ocasionou a morte de diversos visitantes e funcionários de Delos, quando acreditava-se que o incidente tinha acontecido apenas no Mundo do Oeste.

História

Futureworld

Para fins publicitários, Chuck é convidado a participar de uma inspeção no novo parque de Delos. Antes disso, ao chegar na redação do jornal em que trabalha, Chuck recebe uma ligação de um funcionário do parque, que promete uma grande história a respeito. O homem, chamado Frenchy Duport, pediu para que se encontrassem em frente ao edifício, e Chuck aceitou. Ele chega ao local de encontro, mas antes que pudessem conversar, Frenchy é baleado pelas costas e só consegue entregá-lo um envelope, repetindo constantemente o nome "Delos" antes de morrer.

Chuck dirigiu-se a uma reunião para discutir sobre sua visita a Delos. Lá, Sr. Duffy deu detalhes sobre o colapso de dois anos antes e esclareceu que o problema aconteceu em todo o parque, e não apenas no Mundo do Oeste, como se imaginava. Duffy oferece uma cobertura exclusiva à rede IMC, pedindo em troca apenas que os tratassem de forma justa e positiva. Tracy Ballard, repórter de televisão e colega de trabalho de Chuck, sente-se incomodada com a sua participação e reclama com seu chefe a respeito. Ele explica que Chuck apresentou uma ideia interessante, aprovada inclusive por Duffy, e que exclusividade não seria alterada. Na saída, Chuck pede desculpas a Tracy pelo passado dos dois e a relação parece se estabilizar.

Durante a viagem de avião até Delos, Chuck tenta conseguir uma entrevista com o Ministro do Petróleo iraniano, que nega. Ele busca uma conversa com Sr. Karnovsky, um general soviético. Apesar de Chuck insistir em dizer que isso garantiria a Karnovsky uma promoção, o agente da KGB que o acompanhava afirma que o general não precisava disso e recusa a entrevista. O repórter fica frustrado e desabafa com Tracy, explicando que a lista de convidados de Delos era muito suspeita e revelando que o político japonês Takaguchi era sua última alternativa. Os dois são interrompidos por Ron Thurlow, um visitante que buscava uma entrevista com a apresentadora. Chuck cede seu assento para Ron, deixando Tracy desconfortável.

Enquanto andava pela ponte de embarque, Chuck, Tracy e os políticos tem suas identidades registradas pela equipe de Delos e classificados por números, sendo chamados de "visitantes especiais". Ao entrar em Delos, Chuck nota que Duffy não mentiu ao dizer que o novo parque era três vezes maior que o anterior. Ele e Tracy escolhem passar sua estadia no Mundo do Futuro, um dos resorts inaugurados após a reabertura. Duffy aparece e diz que irá mostrar-lhes o lugar pessoalmente após um ou dois dias e que eles praticamente não teriam restrições, o que surpreende o repórter, já que da última vez que ele foi convidado a Delos isso não tinha acontecido. Duffy os leva para trocarem de roupa e entrarem no Mundo do Futuro.

Ao chegarem no Mundo do Futuro, Chuck, Tracy e os outros visitantes são guiados por Eric e Erica, que os direcionam a um transporte que levaria a todos para a zona de lançamento. Ele, assim como Tracy, se surpreende com a grandiosidade do resort. Ao entrar na nave espacial, Chuck é encarregado de ajudar Tracy com os comandos de voo. Depois que a nave entra em órbita, os convidados visitam um salão que serve como bar. Chuck e Tracy jogam uma partida de xadrez com peças holográficas e lutam box controlando robôs. Os dois são convidados por Duffy a serem orientados pelo parque; antes disso, Chuck pergunta a um garçom robótico se ele conhecia Frenchy, o homem que o procurou dias antes. Quando o barman nega, Chuck decide seguir Duffy e acaba esquecendo da fotografia de Frenchy. Ao se dar conta, o repórter volta e insiste que o atendente do bar havia pego a foto, mas ele se contrapõe e Chuck desiste.

Duffy os leva à Central de Controle de Delos, onde estava sendo desenvolvida uma justa entre Sr. Takaguchi e um dos guerreiros medievais. Dr. Schneider afirma que, por mais que tentem fazer as batalhas parecerem reais, os convidados sempre vencem. Chuck começa a notar que o comportamento dos técnicos na sala era muito estranho, já que eles pareciam estar drogados. Ele imagina que aquela seria a grande história prometida por Frenchy antes de morrer e pede para que Tracy seduza um dos funcionários. Quando o técnico abordado age de forma fria e insensível com a repórter, Chuck recrimina os diretores do parque. Eles não aparentam se preocupar com as acusações e Schneider consente que a equipe técnica de Delos era constituída de robôs, já que isso evitaria que falhas humanas (como a que resultou na catástrofe do parque dois anos antes) fossem cometidas. Chuck demonstra estar surpreso, e é mais tarde repreendido por Tracy.

Clonagem de Chuck

Chuck sendo clonado pela equipe de cientistas de Delos.

Chuck e Tracy são levados ao Mundo do Oeste, o único dos resorts de Delos que não foi reaproveitado após a reabertura. Duffy mostra que o lugar estava completamente seguro e diz que não queria ser acusado de nada, mas Chuck pede para investigar o lugar por conta própria. O repórter se dirige ao bordel local, que, assim como o resto do resort, foi devastado. Lá, Chuck avista um bueiro que dava na áreas subterrâneas do parque. Ao andar por minutos na região e ser sutilmente observado por alguém, ele volta ao bar e assusta Tracy com um braço robótico que havia encontrado. A jornalista não gosta da brincadeira e reclama com Chuck até a dupla voltar a seus dormitórios. Durante a noite, Chuck, Tracy e outros convidados importantes são levados por uma equipe de cientistas de Delos para serem clonados.

Algumas horas depois, já de volta aos seus aposentos, Chuck tenta espionar as áreas subterrâneas pelas quais havia andado antes. Antes que pudesse sair, Tracy acorda desesperada depois de um pesadelo e busca consolo num abraço do colega. Ele conta o que iria fazer e ela, mesmo contrariada, decide ajudá-lo. Nas instalações, Chuck começa a mexer nos controles e acaba acionando uma máquina que gera três samurais. A dupla é perseguida pelos robôs ao longo do lugar, até que um mecânico chamado Harry os salva. Chuck o convence a ser entrevistado por Tracy, e após certa insistência, o funcionário aceita e os leva a seus aposentos. Durante a entrevista ele cita Frenchy, o que instiga Chuck. Porém, eles são interrompidos por Dr. Schneider e mandados de volta para seus quartos. Chuck conta a Tracy sobre a dica de Frenchy e mostra o envelope que o homem carregava, cheio de recortes de jornais com fotos de celebridades. Ele explica que todas aquelas pessoas haviam visitado Delos, e pede para que a repórter o ajude novamente. Ela aceita, e os dois se beijam e dormem juntos.

No dia seguinte, Dr. Duffy convida os dois para testarem um serviço de gravação de sonhos que estava sendo desenvolvido no parque. Enquanto Tracy participava da experiência, Chuck sutilmente sai do local e procura Harry. O funcionário o leva para uma porta trancada que ele nunca foi capaz de abrir, apesar dos robôs entrarem por ela rotineiramente. Os dois percebem que o segredo estava nos olhos, que eram lidos por uma máquina ao lado da porta. Eles voltam com Tracy e, após Harry arrancar o rosto de um dos robôs e colocá-lo na máquina, a porta se abre. No interior, eles encontram clones de si mesmos, bem como de Karnovsky e Takaguchi. Chuck percebe que eles estão criando duplicatas de pessoas famosas para trabalharem para Delos, levando em conta a dica de Frenchy.

Os três decidem pegar o próximo avião e fugir do parque. Chuck vai até seu quarto para pegar suas coisas, mas é surpreendidos por Duffy, que o esperava lá. Para seu desgosto e surpresa, Duffy diz que sabia dos planos e explica que, ao clonar os líderes mundiais, eles poderiam garantir que nada prejudicasse seus interesses de Delos, uma vez que os humanos acabariam por destruir o planeta se não tivessem uma orientação "adequada". Ele e Tracy teriam sido escolhidos para dar uma cobertura favorável ao parque e fazer a população se esquecer do acidente de dois anos atrás. Chuck tenta atacá-lo, mas Duffy reage com uma força monstruosa. Tracy aparece e atira nele duas vezes, até que o diretor cai morto no chão. Chuck, ao perceber que os tiros o danificaram de forma estranha, decide descascar o rosto dele e descobre que Duffy era um robô. Os dois percebem que não poderiam permanecer no lugar e Chuck concorda com Tracy, que sugere o Mundo do Oeste como um bom ponto de refúgio.

Chuck começa a andar pelos túneis subterrâneos de Delos, até se deparar com seu clone assassinando Harry. O robô o avisa e começa a persegui-lo, insultando-o com detalhes sobre sua vida. A persecução os leva até o Mundo do Futuro, onde Chuck consegue enganar a duplicata e derruba-a de uma grande altura. Ele foge em direção ao aeroporto e quando se encontra com Tracy, Chuck agarra e beija a repórter. Os dois deixam o parque junto de outros convidados, mas Dr. Schneider os intercepta para garantir que aquelas eram as versões duplicadas. Chuck e Tracy agem como se fossem seus próprios clones e dizem que vão escrever críticas positivas sobre Delos, o que faz com que Schneider os permita ir. Quando eles alcançam a saída do resort, o clone ferido de Tracy aparece e revela que o plano havia falhado, tarde demais para que Schneider pudesse reagir. Na ponte de embarque, Chuck diz que seu editor está elaborando a revelação de Delos, e que o mundo inteiro vai saber o que eles estão fazendo.

Personalidade

Chuck demonstra ser um repórter investigativo e bastante desconfiado, sempre em busca de informações que possam denunciar o que procura. Ele é conhecido por ser um jornalista das "más notícias", já que uma grande parte de seus textos envolvia situações desconcertantes e negativas. Segundo sua duplicata, Chuck tem medo de altura e dificuldade ao manusear armas de fogo.

Relacionamentos

Tracy Ballard

Chuck e Tracy são colegas de trabalho e se conheceram em algum momento de suas carreiras profissionais. Na situação, Tracy estava usando um par de meias vermelhas chamativas, o que fez com que Chuck a apelidasse de Socks (meias, em inglês). A princípio, Tracy parecia não simpatizar com o repórter e relutou em compartilhar a cobertura de Delos com ele, mas a relação dos dois começou a se estabilizar depois. Chuck aparentemente se preocupava com Tracy, e vice-versa. Os dois começaram a sentir interesse um pelo outro, chegando a se beijarem e até passarem a noite juntos.