FANDOM


Chestnut é o segundo episódio da primeira temporada de Westworld. Foi transmitido originalmente em 9 de outubro de 2016. O episódio foi escrito por Jonathan Nolan e Lisa Joy e dirigido por Richard J. Lewis.

Sinopse

Novos convidados chegam a Westworld com expectativas e agendas diversas. Bernard e Theresa analisam se as recentes anomalias são contagiosas. Enquanto isso, Elsie faz algumas alterações na parte emotiva de Maeve, a fim de evitar um recall.

Enredo

Dolores é acordada no meio da noite por uma voz estranha. Ela se instiga a andar até o lado de fora, vestindo apenas uma camisola, até que a voz pergunta: "Você se lembra?".

Dois jovens empresários, William e Logan, estão sentados em um trem moderno e luxuoso. Uma atendente pede para levar o copo de William e avisa que eles estão chegando a seu destino, Westworld. Logan, familiarizado com o parque, comenta que ela não é tão atraente quanto as outras mulheres do lugar e William diz que ele está sendo idiota. Logan brinca, dizendo que William poderia se sentir livre para deixar de ser arrogante. Os dois desembarcam no terminal, e Logan é acompanhado por dois anfitriões, um homem e uma mulher. Enquanto Logan vai embora, William lida com o alcance do que ele estaria prestes a desfrutar.

Logan e William no trem (Chestnut)

Logan e William observam a paisagem de Westworld no trem.

Anfitriã pessoal do visitante, Angela recepciona William e o leva até uma sala privada, onde apresenta as roupas e armas necessárias. Ela começa a despi-lo e se oferece para fazer sexo com ele, mas William recusa. Depois que ele se veste adequadamente, ela introduz a sua última escolha: um chapéu branco ou um preto. William escolhe o chapéu branco, que representa os mocinhos, e anda por um corredor até uma porta de madeira. Ao abri-la, ele entra num trem antigo que o levaria até Sweetwater. Alguns minutos depois, Logan entra pela mesma porta e os dois deslumbram o cenário de Westworld pela janela.

Na central de controle do parque, Elsie continua trabalhando no erro de Peter Abernathy. Bernard aparece e pergunta sobre o progresso da nova narrativa, mas a técnica diz que cuidaria dela em outro momento. Examinando Abernathy, ela insiste que havia "algo fodido na cognição dele". Quando Elsie fala sobre a origem do erro, Bernard pede para ela esquecer, ciente de que o problema foi causado pelo código dos devaneios implementado por Ford. Elsie pede para reconstruir Abernathy ou reavaliar os anfitriões que tiveram contato com ele, mas Bernard não permite.

Em Sweetwater, Dolores segue seu ciclo e subitamente para no meio de uma rua, por onde várias pessoas estavam passando. Ela ouve a voz estranha dizer "lembre-se", e tem uma recordação daquela mesma rua repleta de cadáveres e pessoas gritando. A memória trágica é interrompida por Maeve, que pede para que Dolores não fique parada na frente do Mariposa ou potenciais clientes poderiam ter uma impressão errada do bordel. Dolores encara a cafetina e lentamente repete o que seu pai havia lhe dito: "Estes prazeres violentos têm finais violentos". Enquanto Dolores vai embora, Maeve fica visivelmente perplexa.

O Homem de Preto aparece no meio de um grupo armado no momento em que um homem, Lawrence, seria enforcado. Depois de uma breve conversa com o líder do bando, Xerife Reed, o Homem de Preto mata todos os que estavam no lugar, exceto Lawrence. Ele dá ao sobrevivente o couro cabeludo de Kissy, seu conhecido, com a ilustração do labirinto gravada. Apesar de Lawrence ficar completamente confuso, o Homem de Preto demonstra estar convencido de que ele poderia ajudá-lo a encontrar a entrada para este jogo.

Maeve seduzindo (Chestnut)

Maeve tenta seduzir um dos convidados.

Maeve avista um visitante recém-chegado no Mariposa e o aborda. Ela inicia seu discurso de flerte padrão, quando repentinamente lembra-se de ter sido atacada. Suas roupas eram totalmente diferentes e ela estava acompanhada de uma garotinha. Percebendo seu comportamento, o convidado pede licença e vai embora, mas Maeve não percebe. Ela acorda mais tarde em uma sala de diagnóstico, onde consegue terminar de falar. Os técnicos de Narrativas percebem que ela não estava chamando a atenção dos visitantes, aumentam sua capacidade de agressão e a devolvem ao parque.

Visivelmente perturbado com os problemas apresentados após a atualização, Bernard acompanha o processo de criação de um anfitrião. Quando Ford vai vê-lo, Bernard diz estar triste pela desativação. "Não se pode brincar de Deus sem conhecer o diabo", Ford responde. Bernard diz estar preocupado que uma interferência externa estivesse acontecendo, ou até mesmo uma sabotagem. Ford comenta que Bernard estava procurando pela solução mais simples, fazendo referência à Navalha de Ockham. Ele complementa, dizendo que aquilo poderia ser apenas um erro causado pela complexidade de seu trabalho.

Logan e William, após o desembarque do trem, chegam a Sweetwater. William demonstra estar fascinado com o tamanho do lugar, ainda mais quando Logan diz que aquilo era apenas uma pequena parte do parque. Enquanto eles andavam pela cidade, William pede desculpas após esbarrar em um anfitrião e depois ajuda um velho que havia caído. Logan, que já havia passado pelo lugar, comenta que o senhor só estava tentando chamá-lo para uma das narrativas do parque e diz que William não precisava ser tão educado. Em seguida ele releva, dizendo que o amigo poderia fazer o que quisesse caso o pagasse uns drinques antes.

Arnold e Dolores (Chestnut)

Dolores e Bernard têm outra conversa privada.

Dolores é reavaliada por Bernard. Ele pergunta se ela contou a alguém sobre suas conversas e, após ter certeza que não, pede para que ela mantenha as interações em segredo. O diálogo acontecia em segredo, o que se evidenciava pelo cenário, por Dolores estar vestida com seus trajes do parque e por Bernard estar usando uma roupa totalmente preta. "Há algo diferente em você, em como pensa", diz Bernard, "e acho fascinante, mas outros podem não enxergar desta forma". Após Dolores perguntar se ele tinha feito algo de errado, Bernard pede para ela apagar a interação de seus registros e a manda de volta ao parque.

Depois de sua reconfiguração, Maeve tenta uma abordagem mais agressiva e acaba deixando os convidados desconfortáveis. Após ser rejeitada por uma visitante, Maeve vai até o bar e conversa com Clementine, dando a ela uma dica de como acordar de pesadelos. Depois que Clementine vai embora, Teddy pergunta se Maeve está bem, mas ela não responde a pergunta. Na central de controle, Stubbs percebe que o comportamento da cafetina continua insatisfatório e marca um recall para ela, considerando desativá-la.

Em uma região afastada nas instalações, Theresa começa a fumar e Bernard se aproxima. Pressionada pela direção do parque, Theresa pergunta se o departamento dele está preparado para a chegada e lançamento da nova narrativa. Bernard garante que sim e ela questiona o porquê de sua divisão continuar analisando os problemas com a atualização, mas ele a tranquiliza.

Mais tarde, Logan e William jantam em um restaurante do parque. Logan percebe que William estava curioso para descobrir a diferença entre anfitriões e humanos, e ameaça atirar em uma pessoa próxima para mostrar. William o impede e é abordado pelo mesmo velho que havia ajudado horas antes, que tenta chamá-lo para sua narrativa. Logan tenta se livrar dele, mas ao perceber que o anfitrião não iria embora ele apunhala a mão dele com sua faca de jantar, prendendo-o a mesa. Enquanto William fica chocado com a cena, Logan sobe as escadas e se une a uma orgia. Clementine tenta fazer sexo com William, mas ele recusa por já estar noivo da irmã de Logan.

Na sala de controle, Lee Sizemore demonstra estar insatisfeito com os novos anfitriões desenvolvidos para a sua narrativa e esmaga um instrumento no rosto de um anfitrião, após repreender a responsável. Theresa observa e o chama para comentar sobre seu pedido de mais 50 anfitriões. Ela afirma que ele vai receber mais 20, já que Ford ainda não havia sequer aprovado a narrativa.

Homem de Preto em Las Mudas (Chestnut)

O Homem de Preto, após salvar Lawrence, mata sua família em Las Mudas na procura do labirinto.

Após certo tempo de caminhada, o Homem de Preto leva Lawrence até Las Mudas, onde sua família mora. Sentado em uma mesa de uma cafeteria mexicana, ele exige informações sobre o labirinto. Quando Lawrence insiste não saber, o Homem de Preto mata o garçom, seus primos e sua esposa. Ele diz que quando as pessoas sofrem, elas mostram seu lado mais verdadeiro. Quem se mostra diferente é a filha de Lawrence, que diz que o labirinto não foi feito para ele, mas que ele deveria "seguir o arroio sangrento até o ninho da serpente" para encontrar a entrada. Depois disso, o Homem de Preto continua arrastando Lawrence em sua busca.

Ford anda sozinho por uma região deserta do parque até encontrar um garoto, de mais ou menos dez anos, que havia se afastado da família. Os dois caminham e conversam como já se conhecessem, e o garoto diz que está entediado. Ford aponta para longe e diz para ele olhar para a cidade com a igreja branca, apesar de não haver nada lá. Mesmo assim, o garoto diz conseguir ouvir o sino. Simplesmente movendo o dedo, Ford consegue congelar e mudar a direção de uma cascavel, o que surpreende o garoto. Ele pede para que o jovem volte para casa e ele obedece, mostrando também ser um anfitrião.

Theresa vai até os aposentos de Bernard e demonstra estar arrependida da discordância dos dois horas antes. Bernard pede para ela esquecer e eles, visivelmente em um relacionamento secreto, fazem sexo. Mais tarde, na cama, Theresa comenta sobre o fato de Bernard ser uma pessoa quieta, enquanto suas criações nunca deixam de conversar. Ele diz que elas fazem isso porque são instigadas a praticar sua humanidade, e ela brinca, perguntando se era isso que ele estava fazendo.

Nos Laboratórios de Comportamento e Diagnósticos, Elsie reajusta as estatísticas de Maeve, que haviam sido recentemente alteradas pelos "imbecil" das Narrativas, e faz mudanças específicas e pequenas. Um colega de trabalho pergunta se os anfitriões sonham e Elsie explica que não, mas que eles sabiam do conceito no caso dos técnicos esquecerem de apagar suas memórias. Ela percebe que Maeve tinha um desconforto e agenda um exame físico completo para sua próxima análise, devolvendo-a para o parque em seguida.

Maeve e filha (Chestnut)

Memória de Maeve sendo atacada e protegendo sua filha.

Com a acuidade emocional aumentada, Maeve consegue seduzir um dos convidados e deixa que Clementine o leve para o quarto. Em seguida, ela e Teddy compartilham um amigável drinque aos seus vários pecados, quando Teddy é baleado repetidas vezes por um convidado. Ela volta para casa e vai dormir, quando sonha com uma vida tranquila em uma fazenda ao lado da mesma garotinha. Ela volta a lembrar do ataque brutal, onde vários nativos norte-americanos massacram diversas pessoas. Ela e sua filha se escondem na fazenda, até que o Homem de Preto aparece em sua memória. Recuada, ela começa a contar até três, assim como ensinou a Clementine.

Maeve acorda durante seu exame físico, com a barriga aberta e sendo reparada pelos técnicos Sylvester e Lutz. Ela levanta, escorregando em seu próprio sangue, e ameaça os técnicos com um bisturi enquanto segura seus órgãos. Eles se culpam por não ter a colocado no modo de descanso e parecem desesperados, até que Maeve escapa. Ela vai até outra sala, onde os anfitriões danificados são reparados, e encontra Teddy em meio a vários outros robôs nus e mortos. Enquanto permanecia confusa, os técnicos conseguem alcançá-la e a desligam, levando-a de volta para a sala de cirurgia e escondendo o fato dela ter acordado.

De volta à cena inicial, Dolores anda pela parte externa de sua casa e pergunta: "Aqui?". Ela encontra uma pistola escondida no chão. Mais tarde, em Sweetwater, Dolores segue seu ciclo e derruba uma lata. Dessa vez, quem a pega é William. Ela não demonstra estar muito feliz e os dois não conversam, mas William levanta o chapéu antes de ser chamado para longe por Logan.

Ford e Sizemore (Chestnut)

Ford rejeita a narrativa de Sizemore.

Sizemore apresenta sua nova narrativa, "Odisseia no Rio Vermelho". Ford, Bernard e Theresa estão entre o público. Animado, Sizemore a resume como "o ápice do que o parque pode oferecer". Depois de terminar sua apresentação, Ford simplesmente recusa e diz que não vê nenhum objetivo na narrativa. Ele explica que os convidados não querem se descobrir e sim fazerem coisas diferentes, humilhando o roteirista. Mais tarde, Ford conta a Bernard que está trabalhando em uma nova narrativa.

Elenco

Principal

Recorrente

Notas de elenco

Curiosidades

  • O episódio foi disponibilizado nas plataformas de streaming dois dias antes de sua exibição oficial na HBO. A liberação antecipada foi uma forma de evitar uma disputa de audência com o segundo debate presidencial entre Donald Trump e Hilary Clinton, que seria transmitido no mesmo horário nos Estados Unidos.[1]
  • É mostrado que as roupas dos convidados, por mais autênticas que sejam, sensatamente possuem comodidades modernas. Logan (e provavelmente os outros visitantes) possuí um zíper em sua calça, como visto na cena em que ele entra no trem. O parque retrata o Velho Oeste de 1880, enquanto os zíperes não eram comuns até o século XX.

Citações

"Este lugar acaba seduzindo a todos, uma hora ou outra."
Logan para William

"Nós dizemos as palavras certas e criamos a própria vida... do caos."
—Dr. Robert Ford para Bernard Lowe

"Os sonhos são sobretudo memórias. Você imagina o quão fodidos estaríamos se os coitados se lembrassem do que os convidados fazem com eles?"
Elsie Hughes sobre os anfitriões

Referências

  1. "Westworld second episode released early by HBO" – Entertainment Weekly
Episódios de Westworld
Primeira temporada "The Original" • "Chestnut" • "The Stray" • "Dissonance Theory" • "Contrapasso" • "The Adversary" • "Trompe L'Oeil" • "Trace Decay" • "The Well-Tempered Clavier" • "The Bicameral Mind"